quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Quem é Jesus?

Nós ouvimos falar tanto no nome de Jesus, mas verdadeiramente será que o conhecemos?
A pergunta que é necessária fazer: Quem é Jesus?
Posso saber que foi um homem que viveu há muito tempo atrás dizendo ser o Filho de Deus que veio remir os nossos pecados, posso conhecer cada livro da Bíblia, cada história, cada centímetro percorrido por Jesus narrado pela sagrada escritura e ainda estarei conhecendo apenas a história de Jesus.  Ele realmente foi, e continua sendo tudo isso, Mas se eu disser apenas isso, estarei tratando Jesus apenas como um fato histórico, um mero personagem que viveu há tempos atrás, e foi para algumas pessoas como um herói, a Bíblia também deixa de ser Palavra de Deus, e se torna apenas um livro de história...

Agora verdadeiramente: Quem é Jesus pra você? (Pare e pense um pouco antes de prosseguir)
Se tratarmos Jesus apenas como um personagem que fez parte da história, Ele jamais poderá agir em nossas vidas... Mas se o reconheço como o verdadeiro Filho de Deus, que vive em nosso meio a sua presença se torna real, ao passo de ser possível sentir sua presença  em nossas vidas,  iluminando nossos corações, e nos ensinando através da Bíblia Palavras de vida  que penetram nossa alma, e nos faz desejar ser melhor, nos faz desejar segui-lo, nos faz desejar ser verdadeiros evangelizadores, se fizermos assim, conheceremos Jesus como Ele realmente gostaria que o conhecêssemos...
Jesus ainda é aquele que nos acolhe nas dificuldades, é aquele que jamais nos abandona, independente da situação que nos encontramos, Jesus é o Senhor das nossas vidas... É o principio e o fim, o seu coração continua o mesmo, cheio de amor e misericórdia, e fora Dele não há vida plena! Acredite e aceite Jesus como Ele é verdadeiramente, não permita que Ele seja apenas história, mas peça a Ele que faça parte da sua vida!
Permita que Ele se revele a você! Peça! Reze! Clame a proteção do Altíssimo! Espera Nele!

Tenha um Dia Abençoado!

Um comentário:

Fabio Henrique disse...

Gabriel acredito que realmente é necessário distinguir o Jesus histórico do Jesus Ressuscitado.
Se faz necessário as pessoas perceberem essa diferença...