quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

O DENTE DE LEÃO



Florzinha instigante é o dente de leão. Sua capacidade de crescer nos terrenos onde é semeada ou onde foi transportada pelo vento leva-nos a uma certeza: ela possui em si a vontade de viver. E mais do que isso, tem a capacidade de fazer brotar a vida onde quer que seja. Logo, não importa o tipo do terreno – seja ele, rico ou pobre, fértil ou infértil. Dentro de si o dente de leão tem o combustível necessário para criar a esperança. Esperança que talvez, para alguns, tenha se perdido há muito tempo.

“Devo florescer onde Deus me plantar” (São Francisco de Sales)

A frase deste grande Santo entra em conformidade com a atitude da florzinha tema do texto. Ela assume o sentido total da frase. Não importa o lugar para o qual é transportada, no final sempre encontra um terreno que a acolherá e que fornecerá tudo aquilo que necessita para chegar ao seu objetivo, levando sempre em consideração as possibilidades do terreno.

Assim como a nossa protagonista, nós somos convidados a ter atitudes semelhantes. Os caminhos de Deus são os mais seguros, entretanto, pra cada fase da nossa vida existe um tipo de terreno em que somos plantados e cada um deles contribui para o nosso crescimento. Contudo, só é possível ser transportado de um terreno para o outro se conseguirmos florescer, se conseguirmos dar exatamente aquilo que Deus espera.

Os campos são múltiplos e proporcionam as mais diversas experiências. Todavia, para passar para outros estágios é necessário produzir sementes para que os ventos da vontade de Deus os transportem para os próximos campos. Sem a semente não há próxima etapa e, consequentemente, a vida deixa de existir. Aquilo que possibilita o desabrochar da flor vem do fertilizante do amor que emana Deus. Esta realidade nos conduz a certeza de que nossas vidas necessitam de Deus para florescer, carecem do adubo da oração, da confiança e principalmente da espera. Essas necessidades permitem dar o fruto esperado.

Florescer onde Deus nos plantar não é um processo rápido, ao contrário, é vagaroso, mas com se confiarmos n’Ele temos a certeza de que as flores desabrocharão no tempo certo e da forma esperada.

Abraço Fraterno
Gabriel Calvi

Um comentário:

Jean disse...

Que bênção, era tudo o que eu precisa ouvir.